Seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para uma melhor visualização do site. Atualizar agora!

X

Combined Shape Created with Sketch.

roteiro, produção de vídeo, ideias, roteirização

22/04/2019

IDEIA SEM ROTEIRO? SABE DE NADA, INOCENTE.

O roteiro de um filme publicitário é como a planta de um edifício: se não tiver um, as boas ideias não ganham forma. Pergunta lá no Posto Ipiranga. Não é assim uma Brastemp. Endless Stories, da Almap. Sabe de nada, inocente. Grandes filmes publicitários são assim: você precisa de bem pouco pra lembrar deles. O curioso é que, muitas vezes, quem vê o resultado pronto nem sempre se dá conta de como funciona todo o processo até vê-lo no ar.

Independente da época em que foram lançados, todos os filmes mais marcantes têm sempre em comum um bom (e bem organizado) roteiro. É ali que personagens, figurinos, locutores, cenários, locações, tempo estimado e, de preferência, as ideias f#d@s ganham forma. Um primeiro, e fundamental, passo não só para facilitar o trabalho de clientes, agências e produtoras, mas também fazer dos seus potenciais clientes novos crushs. Afinal, quanto melhor estruturado e rico de informações o roteiro, maior é a chance de se bater a claquete e conquistar a atenção deles.

Kiss FM e Almap BBDO deram aula de roteiro no filme “Endorcismo”:

Pensa num exemplo prático. Imagina o projeto de um edifício de 10 andares. Engenheiros, arquitetos, equipe técnica, desenhos nos mínimos detalhes, cálculos e mais cálculos feitos pra que a construção seja a mais precisa possível. Agora, imagina que depois de cinco andares já construídos, tudo precisa ser demolido porque o projeto não previu o espaço da piscina no primeiro andar. Sacou o desperdício de tempo e dinheiro? Em uma filmagem dá no mesmo. Tempo, dinheiro e, muito provavelmente, um cliente vão pra vala.

Então, por onde começar meu roteiro?

Toda história deve ser objetiva e clara, do começo ao fim. E mais do que despertar a curiosidade, o roteiro deve gerar um valor agregado à sua marca. Segurança, qualidade, agilidade e organização levam a mensagem central do filme a ser transmitida de maneira relevante, persuasiva e dentro do tempo e orçamento estipulados. Ou seja, um bom roteiro evita e até prevê erros e imprevistos.

A campanha de sucesso do Bom Negócio (lembra?) é um ótimo exemplo. Como seria se os criativos parassem na genial ideia de brincar com personagens caricatos em situações inusitadas/absurdas? O cantor Supla vai ser uma bateria. O ex-jogador de futebol Maradona, uma poltrona. O músico Cumpadre Washington, um aparelho de som. Ok, legal. E agora?

Roteiros bem-humorados do Bom Negócio geraram grande repercussão:

É preciso distinguir a locação, quantos e quais atores participam, o que usam, quem são, o que falam, em que momento o objeto se transforma em personagem… Enfim, são muitos os porquês resolvidos ao levantar e organizar as informações sobre todos os aspectos da produção com antecedência. Uma boa ideia faz, sim, toda a diferença. Como sempre fez e vai continuar fazendo. Mas se ela não é clara, bem desenhada, a chance de um resultado inconsistente é imensa.

É por tudo isso que escrever um bom roteiro é fundamental. Trabalhe nele. Retrabalhe. E outra vez. Se você tem interesse em produzir vídeos, vai em frente. Um vídeo bem feito pode gerar ótimos feedbacks e abrir novas oportunidades. Caso queira ter um papo com a gente e se inspirar sobre roteiros e processos de uma produção, entre sem bater. O time aqui é experiente, versátil e ainda faz um cafezinho da melhor qualidade. Vai ser um prazer mostrar na prática como esse trabalho pode gerar o melhor resultado pra sua marca. Depois, é só fazer silêncio no estúdio e...ação!

Ah, e se quiser saber mais sobre o nosso trabalho, acompanhe as nossas redes (Instagram e Facebook). Pra dar um gostinho, dá uma olhada nesse filme que criamos para a FCC. Teve roteiro! ;)